Dificuldades para inovar? Tire isso da sua cabeça.

Dificuldades para inovar? Tire isso da sua cabeça.

19/06/2020 0 Por Sidney Ferrer

Mas, como inovar?

Os métodos tradicionais que trouxeram a sua empresa até aqui não são mais capazes de levar o seu negócio a lugar algum. Quer um conselho?
Aposte tudo na inovação para gerir seus negócios daqui em diante!

O que somos de fato?

Para nossa geração ( veteranos e X) o ato de  ‘’criar’’, ‘’inventar’’ e ‘’inovar’’ está ligado a genialidade de personagens. A exemplo do Professor Pardal ou então Einstein. Uma skill, portanto, difícil de ser alcançada por nós, reles mortais. Felizmente, não é uma verdade e todos nós empreendedores somos de fato: inventores.

Ainda neste contexto, temos duas novidades:

a) com a tecnologia, ficou muito mais fácil criar/inovar;

b) não é necessário desenvolver uma disruptura global. Isto para inovar no seu segmento de atuação, independente do porte do seu negócio. Na esmagadora maioria das vezes, basta criatividade, adaptação e uma dose de coragem para ‘’copiar’’ o que está dando certo no segmento. Você não será o primeiro e nem o último a fazer isso! Com o tempo, espera-se, inclusive, que com esta atitude – nem sempre politicamente correta, mas largamente utilizada na guerra comercial – Você possa, enfim; ser picado pelo ‘’bichinho’’ da INOVAÇÃO e desenvolver sua própria cultura de negócio e busca por inovações mais originais.

Empresas de cosméticos trazer a criatividade para inovar
Ideias criativas também são inovações.

A Economia Colaborativa é lúdica?

Existem muitos empresários que acreditam ainda que esta questão de inovar e dos novos moldes da Economia Colaborativa não passam de ‘’ficção’’. Ou, inclusive, de ações exclusivas para grandes empresas ou startups financiadas. Mas com isso perdem um tempo precioso na corrida pela ‘’uberização’’ das novas maneiras de se fazer negócio e prospectar Clientes.

Veja mais sobre a Nova Economia aqui.

Com tecnologia ou não a concorrência está sempre de prontidão. E atualmente tem o potencial de lhe agredir em escala global. Em um piscar de olhos, uma startup de Israel ou da Índia, do Uruguai ou da Finlândia, de Maceió ou Quixadá baixam em seu quintal e reinventam a sua maneira ‘’segura’’ de ganhar o pão, até o dia de ‘’ontem’’.  Exemplos caseiros, ou seja, com a assinatura dos empreendedores brasileiros me fascinam particularmente. Porque eles trazem consigo a simplicidade das grandes ideias e a parte boa da velha insígnia do tal ‘’jeitinho brasileiro.’’  Sim, tudo tem um lado bom, meus amigos! E este nosso jogo de cintura é de fato, algo a ser exaltado.

Shampoos com chamadas criativas são inovação no mercado

Zona de conforto…o perigo!

Tenho um exemplo para demonstrar que vai literalmente ‘’mexer’’ com a sua cabeça! Espero que se inspirem e saiam definitivamente das suas respectivas zonas de conforto (se o negócio ainda estiver caminhando bem). E também da letargia paralisante (se as coisas não estiverem surtindo o efeito que você havia planejado).

Então, olha só esta ‘’sacada’’! Provavelmente você não conheça a linha de produtos que ilustram esta matéria, pois talvez; não seja a persona desejada. Mas, posso afirmar quase que categoricamente que,  a sua esposa ou filha conhecem com certeza! Antes, porém, vou lhe fazer uma pergunta: o que nomes de filmes têm a ver com os resultados – em seus cabelos – de uma marca de shampoo?

Pois é! Eu estou envolvido com marcas e inovação há pelo menos 35 anos e tenho um olhar crítico sobre o assunto. Não relaxo nem enquanto estou tomando banho! E, ao invés de cantarolar – minha voz é horrível! – me divirto mais neste momento íntimo para todos nós lendo (pasmem), as promessas dos títulos de shampoos. Todos dispostos em uma prateleira, digna de uma drugstore! Ainda instalada pela minha esposa bem próximo ao box.

E a variedade criativa?

Olha, tem de tudo: creme de abacate (rejuvenesce as pontas), Elseve (oléo extraordinário para cachos), Solar Defense (shampoo de amêndoas), Shine Extreme (doador de brilho), Açaí oil reparador de fios, Argan termoliss, e por aí vai. Muitas vezes, penso estar em uma quitanda! Ou quem sabe numa espécie de altar com todos os tipos de ‘’santos’’, ‘’anjos’’ e ‘’fadas’’ para cabelos. No meio de toda esta ‘’conferência capilar’’ e prova do consumismo feminino, por incrível que pareça, uma embalagem simples, com cara de elixir me chamou a atenção. Então eu resolvi ler o rótulo mais atentamente. Dei de cara com o seguinte texto: EU SEI O QUE VOCÊ FEZ NA QUÍMICA PASSADA!  Numa clara alusão ao filme de suspense “Eu sei o que vocês fizeram no verão passado” (1997). Hilário! Sensacional! Que ousadia! Quanta criatividade!

A criatividade nas embalagens de shampoo são inovação no mercado
Filmes que brincam em rótulos

Poxa, podia ter sido eu!

Todo profissional de criação e empreendedorismo, como Eu, fica ‘’possesso’’ quando se depara com um insight grandioso. Alguns chamam de inveja mesmo! (rs) E, comigo não foi diferente. Fui logo comentando com a minha esposa, que me conhece como ninguém, e já estava na defensiva ao me ver sair do banheiro enrolado na toalha, apressado e com aquela cara esquisita ( que só elas conhecem). Provavelmente, achou que seria mais uma daquelas conversas machistas e que não levam a lugar algum. Aquelas sobre a necessidade de se possuir 150 sapatos ou aquela quantidade absurda de shampoos. Penso eu.

Desta vez, no entanto, a surpreendi e solicitei que me falasse um pouco mais sobre a marca daquele produto. Queria saber porque havia comprado. Para a minha grata surpresa, ela me informou – e minha filha engrossou o coro, toda entusiasmada – que aquela era a ‘’pegada’’ daquele fabricante.

Tinha títulos engraçados, baseados em filmes famosos e embalagens diferenciadas para se contrapor aos shampoos glamourosos. E em seus rótulos tinham impressões douradas estampando fotos de artistas internacionais e seus ‘’cabelos mágicos.’’.  Hilário! Fascinante! Simples e inovador!

Sim, é possível.

Toda esta crônica é um esforço deste autor, para mostrar a você que a inovação é possível em qualquer segmento. Inclusive, ela está disponível, esperando ser anunciada, adotada por um empreendedor ou um gestor qualquer. E pode ser  VOCÊ – desde que procure estar sempre mais antenado nas coisas simples da vida e em busca de aprimoramento corporativo constante. Um grande insight criativo, pode ocorrer a qualquer momento! Na hora de tomar um banho ou até quando aguarda sua esposa no carro. Ou enquanto ela compra ‘’dezenas” de sapatos ou um ‘’tapete vermelho’’ inteiro de celebridades do Oscar nos rótulos de shampoos.  

Inovar, sempre!